domingo, 25 de julho de 2010

Touradas no cinema indiano?


Nem de propósito. No dia de ontem fui jantar a um restaurante indiano e tive de apressar a minha refeição quando os funcionários começaram a ver uma tourada em directo na televisão.
Inicialmente pensei "Coitados, não devem estar bem a antever o que é uma tourada..."
Na minha mentalidade ingénua, acredito que todos os hindus respeitam as vacas e que todos os muçulmanos consideram pecado fazer mal a um animal só porque sim. Por isso fico sempre surpreendida quando vejo um indiano a entrar numa praça de touros (é verdade, já vi mais do que uma vez).
Mas o facto é que os senhores do restaurante se sentaram a apreciar a dita cuja e eu vi-me forçada a sair. Os próprios agentes da tauromaquia são os primeiros a dizer que quem não gosta não é obrigado a ver. Concordo.

Pois hoje leio esta notícia na ANDA:

"Diretora de cinema indiano gravará filme exaltando touradas
24 de julho de 2010

Por Raquel Soldera (da Redação)


A jovem diretora indiana Zoya Akhtar prepara um novo filme para o cinema Bollywood. Zindagi Na Milegi Dobara (que pode se traduzido como “Só se vive uma vez”), contará com a atuação de três atores famosos do cinema indiano, Farhan Akhtar, Katrina Kaif e Hrithik Roshan, que viverão uma história sobre três amigos que viajam diversos países do mediterrâneo. O filme está em fase de pré-produção.

No entanto, segundo informações divulgadas no site da organização em defesa dos animais espanhola, AnimaNaturalis, o filme contará com cenas de touradas.

A produtora do filme, Excel Entertainment, disse: “Katrina está muito nervosa, ela adora aventura. Touradas são, literalmente, uma dança com a morte. O toureiro deve examinar e avaliar cuidadosamente cada movimento, e a força e movimentos do touro. Um passo em falso e ele pode ser seriamente ferido”.

O que a diretora e a produtora do filme esquecem é que as touradas são somente crueldade, tortura, exploração e sofrimento de animais. Não há nada de glorioso nisso.

Você também pode lembrá-los disso, enviando protestos (preferencialmente em inglês) para os seguintes endereços: movies@exlent.com, info@katrinakaif.org, support@hrithikrules.com".

Para quem quiser, o site da AnimaNaturalis tem também uma carta pronta a enviar aqui. É só copiar e passar para o e-mail.
Tem também links para partilhar nas redes sociais.

Como podemos ver pela declaração prestada pela Excel Entertainment, esta produtora padece de um mal comum a quem tem a sorte de não viver num país com actividade tauromáquica: esse mal é o desconhecimento total do que é a realidade de uma tourada.

Uma tourada não é uma "dança com a morte", pois raramente é o toureiro a perder. Quem acaba sempre com a cauda e as orelhas cortadas são os vários touros torturados ao longo de uma tourada.
Quem acaba sempre morto na arena (no caso espanhol) ou a esvair-se em sangue durante horas num matadouro (no caso português) é o touro, não o toureiro.

Por isso há que desmistificar esta fantasia de considerar a tourada uma "aventura"; para os toureiros é uma brincadeira, para os touros é uma sentença de morte garantida.

Não podemos deixar que estas pessoas sujem o cinema indiano com cenas de crueldade real e desnecessária...

5 comments:

Ibirá Machado disse...

...

barbie-o disse...

Mais sobre esta notícia aqui: http://bollywood.celebden.com/2010/07/spanish-matadors-swoon-at-katrina/

Joaquim Reboiras disse...

Interessantíssimo post. Também eu adorei este blogue e por muitos motivos. Voltarei por aqui para continuar a aprender cousas.

Carol disse...

Zoya e Farhan nisso? Não creio, não posso crer, não quero crer.

barbie-o disse...

Mas Katrina Kaif e Hrithik Roshan pode :)

Related Posts with Thumbnails
 
Template by suckmylolly.com - background image by mjmj lemmens